Existem diversos tipos de aparelhos, cada um com uma funcionalidade diferente. Apesar das diferentes funcionalidades, todos eles têm o propósito de corrigir ou alinhar os dentes, não somente por motivos estéticos, mas também por motivos de ordem funcional ou de má oclusão, ou seja, problemas na mecânica da boca que é uma articulação entre maxilar e mandíbula.

Os aparelhos ortodônticos são subdivididos entre móveis e fixos. A segunda categoria, como o próprio nome sugere é de aparelhos fixados nos dentes, normalmente caracterizados pelos brackets. No Centro Ortodôntico Avenida da Liberdade, oferecemos uma gama de opções de aparelhos fixos.  

 

Aparelho convencional vs. Autoligado

Uma dúvida de quem vai colocar o aparelho é perceber a diferença entre os tipos oferecidos nas clínicas. São tantos nomes que o paciente muitas vezes não consegue distinguir os modelos.

Os aparelhos convencionais usam ligaduras elásticas – as famosas borrachinhas – como forma de prender o arco aos brackets, enquanto que no autoligado o bracket tem uma porta que faz esta função.

A Diretora Clínica do Centro Ortodôntico Avenida da Liberdade explica que ao não depender destas ligaduras elásticas, não há tanta acumulação de placa bacteriana e a higienização do aparelho autoligado se torna mais fácil. “É um sistema mais recente que funciona maioritariamente com forças de deslizamento e, por esse motivo, pode em algumas situações encurtar o tempo de tratamento”, completa.

 

Aparelho convencional

Na nossa clínica, temos a opção metálica, composta por fios metálicos (arcos), bandas e brackets. O uso de ligaduras elásticas, ou borrachinhas, distingue-o dos demais. Temos também as opções estéticas em cerâmica – o bracket é branco e, por isso, mais estético – e safira – o bracket é transparente, o que o deixa ainda mais discreto nos dentes.

 

Aparelho autoligado

Oferecemos aos pacientes as opções de colocar o aparelho autoligado na versão metálica, que dispensa borrachinhas. E também na versão estética, em que os brackets são de cerâmica com as portas metálicas. As peças também são menores do que em outros tipos de aparelhos, sendo assim mais discretas.

Além destes modelos, a Diretora Clínica explica que, em alguns casos, quando é clinicamente indicado, também colocam-se outros tipos de aparelhos tais como aparelhos fixos de disjunção ou aparelhos removíveis, “Normalmente recomendamos estes aparelhos em determinadas situações clínicas”.

 

Invisalign

O modelo é revolucionário no tratamento estético.  O Invisalign é um aparelho removível em que se usa uma sequência de alinhadores transparentes para fazer a correção dentária. Estes alinhadores devem ser usados durante praticamente todo o dia, mas podem ser removidos para comer e para fazer a higienização dentária, o que elimina as pequenas restrições alimentares associadas ao uso de aparelho fixo e faz com que a higiene possa ser feita da forma habitual. “Como os alinhadores são transparentes é uma opção quase 100% estética. Exige apenas uma grande colaboração do paciente no uso rigoroso dos mesmos”, reforça a Diretora Clínica.

 

Agora que já sabes todos os aparelhos que tens à disposição, marca a tua avaliação gratuita e fica mais perto do sorriso saudável e perfeito dos teus sonhos..